All for Joomla All for Webmasters
COMO ALIMENTAR SEU CACHORRO CORRETAMENTE
09 Nov

É comum os cães comerem tudo que é colocado na frente deles. Isso é bem típico de algumas raças como Bulldog Inglês, Labrador, Beagle, etc. Não é incomum ver cães obesos hoje em dia, justamente porque as pessoas colocam comida à vontade no pote do cachorro, inclusive sempre vão colocando mais e mais. 
1. VERIFIQUE A QUANTIDADE
Sempre leia na embalagem da ração a quantidade diária correta de acordo com a idade e o peso do cachorro, e escolha sempre uma ração adequada à idade do cão (filhote, adulto ou idoso). Dê a quantidade que está escrita na embalagem e seu cachorro será saudável.
Verifique a quantidade total diária e divida essa quantidade pelo número de vezes que você irá alimentar o cão. Por exemplo, se for 2 vezes por dia, divida essa quantidade em 2. Não fique com pena, cães não são como os humanos que aliviam frustrações na comida. 
2. PERMITA QUE SEU CACHORRO COMA EM PAZ
Não dê comida pro seu cão em um horário ou local muito barulhento, com muito trânsito de pessoas e muita bagunça em volta. Seu cachorro não vai conseguir relaxar dessa forma, pode até comer rápido demais e não digerir bem a refeição. Faça com que as crianças e possíveis visitas da sua casa respeitem o espaço do cachorro enquanto ele estiver comendo.
3.  NÃO EXERCITE SEU CACHORRO LOGO DEPOIS DE COMER
Seu cachorro pode precisar fazer xixi e cocô logo depois de comer, mas espere pelo menos de 30 minutos a 1 hora, após sua refeição, para poder passear ou brincar com ele. Assim como as pessoas, os cães precisam de tempo pra digerir a comida apropriadamente evitando que ele tenha gazes, vômitos ou até uma congestão.
4. NÃO DÊ A SUA PRÓPRIA COMIDA AO CACHORRO
Os cães precisam de nutrientes diferentes dos seres humanos. Algo que pode parecer saudável e completo pra você, pode não ser pra ele. Os nutrientes que ele precisa podem ser encontrados em rações de qualidade ou em uma alimentação natural acompanhada por um nutricionista veterinário. Além disso, existem vários alimentos que são tóxicos pros cachorros. Além da questão da saúde, oferecer a sua comida enquanto você está comendo pode acarretar em um problema de comportamento no seu cachorro. Sabe aquele cachorro que fica no pé da mesa incomodando todos que estão comendo, pedindo comida? É porque alguma vez ele já recebeu. Não crie esse hábito no seu cão.
5. ESCOLHA O POTINHO FEITO COM O MATERIAL MAIS ADEQUADO
Invista em um potinho de qualidade e que tenham o tamanho e a profundidade adequados ao tipo físico do seu cão. Cachorros de focinho achatado devem comer e beber em potes mais rasos, enquanto cães de focinho comprido devem comer e beber em potes estreitos e fundos. O melhor material pro pote do cachorro é o inox e a cerâmica. Potes de plástico e alumínio são mais baratos, mas eles ficam arranhados com o tempo e acumulam bactérias, além de soltarem partículas que podem ser prejudiciais aos cães.
6. NÃO EXAGERE EM VITAMINAS E SUPLEMENTOS
Muitos donos de cachorros querem incrementar a ração com vitaminas e suplementos para melhorar a saúde, mas cuidado. Isso pode gerar vários efeitos colaterais e o cão pode até ficar doente. Fale sempre primeiro com o veterinário, que irá fazer exames de sangue e avaliar se um suplemento ou vitamina são indicados e a quantidade correta.
7. TROQUE A COMIDA GRADATIVAMENTE
Se o seu cachorro não se adaptar a uma determinada ração ou se ele enjoou da ração atual, pode ser que você queira dar uma nova ração pra ele. Os cães são sensíveis à troca de alimento e isso precisa ser feito gradativamente para que não haja uma diarreia e em consequência disso, uma desidratação.  
8. NÃO DÊ A COMIDA SE O CÃO ESTIVER ANSIOSO OU AGITADO DEMAIS
Essa ansiedade e agitação pode fazer com que ele coma rápido demais. Além disso, oferecer a comida enquanto o cão está muito agitado irá reforçar pra ele que se ele se agitar, ele ganha alguma coisa, fazendo com que ele seja cada vez mais um cão ansioso e agitado. Quando você começar a colocar a comida no pote e ele estiver muito ansioso, espere. Olhe pra ele, espere ele sentar e se acalmar. Faça o contato visual, peça um comando e dê a ração.
9. CUIDE DA SAÚDE BUCAL DO SEU PET
Faça escovações e limpezas de tártaro. Dentes mal-cuidados e gengivas inflamadas podem fazer com que o animal não consiga se alimentar direito.
10. FAÇA UM PLANO DE SAÚDE PRA ELE
Considere que, mesmo com uma dieta adequada, seu pet pode ter algum problema de saúde. Nesse momento é muito importante contar com consultas, exames e atendimento veterinário para atendê-lo. Consulte os especialistas da Solid Seguros para conhecer as várias opções de planos de Saúde Pet: 3849-3140 e3046-3380, de segunda a sexta, das 8:30 às 17:30.
(Fontes: tudosobrecachorros; revistameupet)

DICAS PARA CUIDAR DE CÃES IDOSOS
26 Out

A Coordenadora de Comunicação Científica e médica veterinária da Equilíbrio (Total Alimentos), Bárbara Benitez, lista o que você precisa saber sobre os cães senis.
1. IDADE
“Em média, os cães de porte pequeno a médio mostram sinais de envelhecimento aos 7 anos; os de grande porte ou gigante, aos 5 anos.”
2. SINAIS DE ENVELHECIMENTO
“Com o passar dos anos, o cãozinho pode apresentar pelagem mais seca, ganhar peso, tende a perder um pouco a musculatura e também pode ter problemas digestivos, mas tudo isso pode ser controlado com uma dieta balanceada e de qualidade.”
3. ALIMENTAÇÃO
“A alimentação adequada é uma grande aliada para amenizar os sinais de envelhecimento. O indicado é que o tutor ofereça rações super premium, que contêm proteínas de qualidade, fundamentais para a manutenção do tônus muscular. Também é importante oferecer alimentos que tenham níveis equilibrados de antioxidantes (vitamina E e Selênio) que retardam o envelhecimento das células e ômegas 3 e 6, que têm ação anti-inflamatória.
4. COMPORTAMENTO
“Os cães senis são mais calmos e têm menos energia que os mais novos. Mesmo assim, continue incentivando a atividade física de seu cãozinho e brincadeiras, mas respeite o novo tempo dele. Esse cuidado ajuda a evitar sobrepeso, muito comum nessa fase da vida.”
5. SAÚDE CARDÍACA E RENAL
“Os níveis de sódio e fósforo dos alimentos para cães senis precisam ser adequados, reduzidos para auxiliar na manutenção da saúde dos rins e do coração. É importante também que o alimento contenha ingredientes funcionais, como a L-Carnitina e Taurina que também ajudam na saúde cardíaca. ”
A médica veterinária da Equilíbrio ressalta ainda a importância das visitas ao veterinário “ As consultas podem contribuir para uma vida geriátrica mais saudável e para a longevidade do animal, uma vez que o clínico poderá detectar precocemente quadros de doenças, se estiverem presentes, e indicar o melhor alimento para esta fase”, explica Bárbara.
6. PLANO DE SAÚDE PARA SEU PET
Cães demandam muita atenção à saúde. Especialmente quando ficam idosos. Pense na possibilidade de fazer um plano de saúde para o seu pet. Consulte, sem compromisso, as diversas opções com a Solid Seguros, pelos telefones: 3849-3140, 3046-3380, de segunda a sexta, das 8:30 às 17:30.
(Fonte: petrede)

SAIBA COMO PREVENIR AS DOENÇAS OCULARES NO SEU PET
18 Out

O olho do seu mascote vive com remela? Vermelho? Ele costuma fechar os olhos compulsivamente? Coça bastante? Pois é, cachorros e gatos podem sofrer também de doenças oculares. 

4 DE OUTUBRO É O DIA NACIONAL DE ADOTAR UM ANIMAL
04 Out

Criado em 1931, o Dia Mundial dos Animais é celebrado junto a um de seus mais conhecidos protetores, São Francisco de Assis. No mesmo dia 4, o Brasil comemora o Dia Nacional da Adoção Animal.
NÚMERO DE CÃES ABANDONADOS EM SÃO PAULO
Estima-se que só na cidade de São Paulo existam 260 mil cães abandonados, segundo dados do "Repórter Eco", da TV Cultura, de julho deste ano. 
Pensando nessa realidade, há 13 anos foi instituído o Dia Nacional da Adoção Animal que visa estimular as pessoas a se envolverem com essa causa . Idealizada por Vininha Carvalho, ambientalista e presidente da Fundação Animal Livre, a data promove a adoção responsável, sem preconceito.
PRESENÇA DOS PETS NOS LARES BRASILEIROS 
No nosso país, 61% dos brasileiros possuem pelo menos um animal de estimação, e 89% desses tutores consideram o pet um amigo e, até um membro de sua família. Atualmente, são mais de 130 milhões de animais domésticos, convivendo entre as mais de 65 milhões de residências no Brasil. Justamente por isso, o Brasil tem a segunda maior população de pets do mundo, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
AS RAÇAS DE CÃES PREDOMINANTES
Recente pesquisa online, realizada pelo Instituto QualiBest, ouviu 7.084 pessoas, homens e mulheres, de 18 anos ou mais, das classes A, B, C, D, E, de todas as regiões do País. A margem de confiança da pesquisa é de 95%. Dos entrevistados, 65 % afirmaram ser responsáveis por pets. Desse percentual representativo, 79% têm cães, 39% gatos, 19% aves e 10% peixes. Entre aqueles que possuem cachorros, 41% têm um sem raça definida, o simpático vira lata. Depois vem as raças Poodle (11%), Pinscher (7%), Labrador (5%), Pit Bull (3%) e Lhasa Apso (3%). Além de ser o mais saudável, o vira-lata é o cão mais presente nas casas das classes C e D e 33% deles foram encontrados abandonados nas ruas. Os Lhasa Apsos, por sua vez, são os que mais viajam com seus tutores (26%) e aqueles que mais dormem com eles na cama (52%).
CUIDADOS ANTES DE ADOTAR
Para Wagner Luis Ferreira, professor de Clínica Médica de Pequenos Animais da Unesp (Universidade Estadual Paulista), antes da adoção, é preciso pensar em questões como: qual o ritmo de trabalho do novo tutor, o tempo que ele vai disponibilizar para a convivência com o animal, os cuidados e custos com a saúde do animal.  
Outras recomendações são quanto à escolha da raça, visando sua adaptabilidade aos membros da família e ao espaço que o interessado tem para oferecer. O ideal é, antes de decidir, consultar um veterinário, para tirar dúvidas.

SÃO FRANCISCO DE ASSIS: O SANTO PROTETOR
É comemorado também em 4 de outubro o dia de São Francisco de Assis. O santo italiano é conhecido como protetor dos animais e patrono dos ecologistas. O santo acreditava na harmonia entre homens, animais e natureza. 
(Fontes: opovo.com.br; noticias.bol.uol.com.br; ederepente50.wordpress.com)